A LSB

Sorocaba se despede do NBB 9 e inicia planejamento para a próxima temporada

 mg 5028
01/04/2017
MURILO AMADEI/LSB.
Cavalaria não foi párea para o Basquete Cearense na última partida do campeonato.

Em jogo de portas abertas para a torcida, quase 300 pessoas acompanharam a despedida da Liga Sorocabana de Basquete/Uniso nesta edição do Novo Basquete Brasil, diante do Solar/Cearense no Ginásio Municipal Dr. Gualberto Moreira. A festa sorocabana só não ficou completa por causa do placar: 63-65 para os visitantes.

"Quem erra menos ganha o jogo, e esse ano nós perdemos vários jogos na última bola, inclusive os dois jogos contra o Basquete Cearense, aqui e lá, perdemos na última bola. O que nos resta é erguer a cabeça e partir para a próxima temporada", comentou o ala da LSB/Uniso, Ted.

Quem compareceu ao ginásio pôde acompanhar um grande jogo, repleto de emoção e adrenalina, apesar do resultado adverso. A partida começou equilibrada, tendo o primeiro quarto indo ao fim empatado por 13-13. No segundo quarto a equipe nordestina conseguiu abrir uma ligueira vantagem diante dos mandantes: 30-31, indo para o intervalo vencendo o segundo quarto por 17-18.

No terceiro quarto a cavalaria sorocabana reagiu, contando com as cestas de três pontos de Castellon e a liderança de Enzo Cafferata, virando o jogo para 53-46, 23-15 na parcial, antes de ir ao quarto derradeiro. Pelo lado dos cearenses, o pivô Leonardo carregou a equipe carcará no segundo tempo e foi um dos principais responsáveis pela vitória.

O próprio Leonardo foi o cestinha da partida, com 18 pontos marcados. Por parte da Liga Sorocabana/Uniso, Enzo Cafferata e Rafael Castellon empataram com 16 pontos. O armador argentino ainda deu 4 assistências, enquanto o ala pegou 3 rebotes e roubou duas bolas adversárias.

Apesar do revés, o clima de comemoração em Sorocaba prevaleceu, como conta o técnico Rinaldo Rodrigues: "Estou contente por termos caído de pé, lutando o tempo inteiro contra uma grande equipe, como a do Basquete Cearense. Eu estou muito agradecido aos jogadores que mantiveram Sorocaba na elite".

A Liga Sorocabana/Uniso não conseguiu se classificar aos playoffs do NBB 9, por isso já está de olho na próxima edição do campeonato: "Nossa meta era conseguir nove vitórias nessa temporada. Não conseguimos, mas também não fomos rebaixados. Eu acho que agora é pensar com calma, afinal de contas, o time não é apenas dentro da quadra, mas toda a estrutura envolvida também. Agora resta nos estruturar e trabalhar bastante pois dias melhores virão", finalizou o comandante da cavalaria.

Matheus Antonelli Piccinin - Assessoria de Imprensa LSB/Uniso.